19 janeiro 2010

Traição pela metade?

Existe meia verdade, meia ferida, meia mentira?
E meia traição existe?
Eu vi este titulo em um site, falando sobre um personagem da novela das oito que pede conselho a Deus e o mundo para saber se deve ou não trair o marido. ( Que é um imbecil de marca maior)
Depois de idas e vindas ela vai com o cara pro motel, mas depois de alguns beijos e muita conversa tola o marido da criatura liga e ela foge em pânico.
Daí que vem o titulo (e também a minha dúvida) existe meia traição?
Depois de longamente pensar sobre o assunto eu tenho uma única certeza: não existe traição pela metade.
Mas não considero o envolvimento físico a consumação do fato, tudo começa com uma atracão que vai além de: que homem bonitinho, ou coisas assim,( que é normal e permitido viu?.
Qualquer coisa além disso já deve ser o indicio de que algo não anda bem no casamento.
A deslealdade não é maior o menor, é deslealdade e pronto.
Sem ser falso moralista essa cena me deixou irritada, fala serio gente!
Ela primeiro veste um roupão, tira a aliança , vai ao banheiro, atende o celular...
Ela foi é muito cretina, já tava lá, já tava na jaca até o joelho e não deu pro cara bonitão apegada ao que? Será que o marido bandido dela é meio corno apenas?

2 comentários:

Renata disse...

kkkkkk. Também ví a cena e ri demais.
A pessoa fez todo um ritual e na hora H saiu em pânico. Como que uma pessoa vai pro Motel e deixa o celular ligado?
Também não acredito em meia traição, mas acrdito que algumas traições são muito piores que outras. Acho que as piores são as que envolvem outros tipos de sentimentos além do prazer. Sabe... aquelas que envolvem amizade, familia etc.

Micho en el pais de las maravillas disse...

Renata,
essas outras traições são as piores,as que a gente nunca espera.
Esas feridas nunca fecham.